Um projeto de inclusão!


UOL


Como o AfroGames é responsável por incluir jovens periféricos nos eSports.


Você já ouviu falar na importância da insersão de jovens periféricos no mercado de games em nosso país? Existem diversos projetos espalhados por aí que buscam por meio da incllusão social diversificar e expandir os horizontes daqueles que não têm tantas oportunidades assim.


VOZ DAS COMUNIDADES


PARCEIROS DO BEM.

O AfroGames é um desses projetos! Idealizado pelo Grupo Cultural Afro Reggae em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Grupo Globo e Oi, o projeto tem como objetivo principal, além da inclusão, formar jovens de 12 a 18 anos com treinamento especial para o mundo profissional dos eSports, sendo o League Of Legends o jogo mais visado.


O GLOBO


Bem como ocorre com grandes fenômenos esportivos no Brasil (o futebol, sem dúvidas, sendo o principal deles) os projetos de inclusão voltados para os games têm funcionalidades a longo prazo pois também é uma enorme janela para empregos e um bom exemplo disso é o fenômeno do Free Fire conhecido por muitos com Nobru.


O que você acha desse tipo de iniciativa? Conta aqui nos comentários!